Natal e Ano Novo com leveza emocional!

11/12/2018

 

Neste Natal Ofereça Saúde e bem-Estar!

Compras e Marcações: ser@aessenciaeoser.net  ou 917580944

Atendimentos: Lisboa - Rua Dr. José Joaquim de Almeida, 420D - R/C esq. - Carcavelos.

Porto - Rua da Picaria, 65, 3º - Porto.

 

 

Massoterapia ou Massagem Integrativa é uma terapia corporal que visa trabalhar com a harmonização dos fluxos energéticos do corpo, libertando as couraças musculares e consequentemente seus movimentos emocionais, permitindo um acesso aos conteúdos mais essenciais do ser.


Está baseada no conceito de energia de Wilheim Reich e da formação de carácter. Teoricamente, baseamo-nos no conceito de energia vital, isto é, sentimentos e emoções são energia vital em movimento, energia orgone. Quando sentimos alguma coisa, algo se move em nosso corpo. Um sentimento não é uma ideia ou imaginação; é um acontecimento energético no corpo. Existe algo que flui dentro de nós. Quando estamos felizes, esticamo-nos, estendemo-nos para o mundo. Quando temos medo, retraímo-nos para dentro de nós mesmos. Neste movimento o que flúi de lá para cá é nossa energia vital. Esta é a antítese da vida vegetativa.


O ser humano retrai-se com o medo e com a dor. Chamamos esse retraimento de contracção. É possível qualificá-lo como um “recolher-se”. Muitas pessoas usam este estado de maneira consciente, a fim de concentrar a sua energia.


Seu contrário é a expansão (alongamento). Significa esticar-se para o mundo. O campo energético expande-se no prazer e na raiva, mas principalmente no prazer sexual. Isto acontece com toda a sensação de prazer – é algo curativo e sinal de saúde.


Há um fluxo de energia no corpo, uma circulação. Estamos ligados à Terra (aterrados) com nossa energia vital e estamos plantados na energia cósmica. Este fluxo manifesta-se de maneira particular em cada indivíduo: nas terapias corporais, tem que se levar em conta o nível de energia do paciente, pois cada corpo tem uma história para contar, e esta história determina o quantum energético daquele corpo. Existem corpos sub carregados, com pouca energia e corpos super carregados, com excesso.


É possível verificar também o grau de energia vital de uma pessoa: a forma do próprio corpo, sua densidade, sua postura, temperatura, cor da pele, a maneira de respirar. Se a energia vital não flui, surge um bloqueio no corpo, um represamento de energia e consequentemente um represamento de emoções. Se este bloqueio persiste, inicia-se um processo de somatizações ou biopatias.


As couraças musculares:
O corpo reage como um todo, com expansão e contracção, aos estímulos externos. O encouraçamento é uma reacção necessária a estímulos externos que ocorrem no decorrer da vida, geralmente quando o estímulo é ameaçador para o indivíduo. No entanto, pela lei da homeostase, ou auto-regulação, o corpo tende a descontrair-se quando o estímulo aversivo desaparece.
A couraça crónica acontece, quando já não é mais possível para o corpo e mente, expandir-se, há uma espécie de imobilidade ou “congelamento”. Este congelamento dá-se, ao mesmo tempo, a um nível de musculatura e a um nível emocional.
Nosso corpo conta as nossas histórias emocionais.


O encouraçamento é precedido por um processo:
1. Na contracção, retraem-se os músculos lisos – involuntários.
2. Com a repetição dessa retracção, resultante de sentimentos de medo, dor, etc., ocorre uma relação negativa involuntária.
3. Em seguida, desenvolvem-se distúrbios vegetativos, ou distúrbios psicossomáticos.


Segundo Wilhelm Reich, o encouraçamento corporal é a consolidação da neurose do corpo, que significa uma parada no fluxo de energia vital. O encouraçamento pode começar no útero da mãe, na concepção ou em qualquer outra fase do desenvolvimento.


William Reich descobriu 7 anéis principais de encouraçamento:
Ocular, oral, cervical, toráxico, diafragmático, abdominal e pélvico.


Geralmente quando o bebé não é amparado suavemente no parto e imediatamente é separado da mãe, ocorre uma parada no fluxo de sua energia vital.
Outra maneira de formar couraças é o engolir de sentimentos, ou o impedimento de mostrar as emoções.


Quando trabalhamos com a Massagem Integrativa, observamos sempre como a energia flui da cabeça até aos pés, ou onde ela parou de fluir. E sempre perguntamos:
Como a energia está dividida no corpo?
Porque ela parou?
O que aconteceu na vida desta pessoa?
A forma deste corpo muitas vezes conta esta história.

Outra pergunta: Você está em seu corpo ou fugiu com a sua alma?
Como você enrijeceu?


Cada pessoa apresenta seus mecanismos específicos, principalmente partes do corpo firmemente tensas, descaídas, ou o corpo todo já não sente mais nada. É o resultado da violência recebida, corporal ou emocional.


Na Massagem Integrativa, trabalhamos muito a respiração, pois com ela, o fluxo energético começa a correr de novo. Trabalhamos muito com o período pré-verbal, isto é, até o primeiro e segundo anos de vida, pois muitas das nossas emoções recalcadas não possuem palavras, estão apenas encrustradas na nossa memória celular. O corpo lembra-se daquilo que a mente racional não consegue. Temos uma “cassete” de lembrança, de imagens interiores, ou tão-somente, sentimentos que aparecem não sabemos de onde.


Porém idealmente, precisamos trabalhar no intuito preventivo, isto é, uma qualidade de gestação e nascimentos maior, sensibilidade no toque, e ambiente adequado a quietude do meio onde o bebé provem.


Na Massagem Integrativa, simulamos um pouco esta passagem, com uma sala silenciosa, aquecida, movimentos suaves, toques adequados para cada tipo de corpo.


O intuito é, resgatar uma maternagem adaptada ao cliente, para que o principio da auto-regulação vegetativa, poder se restabelecer, e com ela, mais saúde, mais expansão, talvez, menos medos.

 

 

 

 

Please reload

Novidades!

Início do curso de TTPC®: 24 de Março de 2018

September 15, 2017

1/9
Please reload

Posts Recentes

14/04/2020

29/01/2020

Please reload

Arquivo
Please reload

Pesquisa por palavras-chave
Please reload

© 2016 - A Essência e o Ser / Centro Português de Estudos Reichianos

Todas os alunos e participantes referenciados nas imagens deste site cederam os seus direitos de utilização.

Tel: (+351) 214579312

Tlm: (+351) 917580944

E-mail: ser@aessenciaeoser.net