O Conceito de “Orgónio” como “Energia Primordial"

28/01/2012

 Tal como no Taoísmo, Reich enfatizou a natureza cíclica dos processos de fluxo do organismo, considerando o fluxo de energia no corpo como bioenergético, reflexo de um processo que ocorre no universo em geral.

 

Wilhelm Reich dá-lhe o nome de Energia Primordial, também conhecida por Energia Vital. Trata-se de uma Energia Electromagnética de carácter universal. Na terminologia ela pode ser comparada ao chinês Ki, ao Prana dos Ioguis, à energia radiante dos autores americanos ou ao Arane dos franceses.

O termo Orgónio decorre de organismo e de orgasmo e significa uma energia encontrada em todos os organismos, sendo ao mesmo tempo reflexo do orgasmo. Todo o ser vivo é aqui considerado como uma estrutura membranosa que contém uma quantidade de orgónio em seus fluidos corporais – sistema orgonótico. Orgónio é, então, uma energia omnipresente que envolve todas as manifestações vivas, incluindo as actividades do pensamento, manifestando efeitos intensos quanto mais vitais forem os organismos vivos.

Num organismo saudável quando a respiração acelera espontaneamente, o Orgónio passa a envolver o corpo todo, terminando em convulsão reflexa a que Reich apelidou de ‘Fórmula do Orgasmo’, mais tarde mudando-lhe o nome para ‘Fórmula da Tensão e Carga Biológica’. Esta fórmula biológica básica abrange a essência do funcionamento vital. A fórmula do orgasmo apresenta-se como a fórmula básica da vida. Desta forma, a ‘Potência Orgásmica’ está ligada à capacidade do organismo entregar-se completamente às correntes energéticas. O distúrbio desta, causa estase no organismo que irá manter toda e qualquer neurose, i.e. distúrbios de personalidade, doenças psicossomáticas.

Em Reich, a energia é Orgone, forma fundamental que permeia e governa todo o organismo e que se manifesta tanto nas emoções quanto no fluxo de fluídos corporais e outros movimentos biofísicos. Assim, a bioenergia flui em movimentos ondulatórios e a sua caraterística dinâmica básica é a pulsação. Toda a mobilização de processos de fluxo e emoções no organismo baseia-se na mobilização desse orgone. Como escreve Reich, “no orgasmo, o organismo vivo nada mais é do que uma parte da natureza pulsante.” Esta concepção muito se deve ao Ki chinês. Tal como no taoísmo, Reich enfatizou a natureza cíclica dos processos de fluxo do organismo, considerando o fluxo de energia no corpo como reflexo de um processo que ocorre no universo em geral. A bioenergia é, então, uma manifestação especial de uma forma de energia cósmica denominada Orgónio – substância primordial, presente em todo o universo; por isso tanto a matéria inanimada quanto a viva, derivam do Orgónio através de um processo de diferenciação.

A energia é a essência de todas as coisas, é a manifestação do universo sensível. Tal como a expansão do universo é a própria manifestação da vida. Para a tradição oriental, o Tao é o princípio único, onde existem todas as possibilidades. É o resultado da interacção entre o Yin e o Yang, as duas faces opostas do Tao. Yin e Yang combinam-se formando a energia Kin, regida pela interação das respectivas forças centrípeta e centrífuga, que se manifestam na ação rítmica de contração e expansão. Esta pulsação é inerente a todas as manifestações da vida, do universo, no átomo. Assim a energia flui, dispersa e condensa-se em movimentos espirais, criando e modificando a matéria. O Homem, como réplica do universo, está sujeito às mesmas leis que regem a natureza.

Os dois princípios antagónicos da unidade juntam-se pela força e atracção dos opostos, em combinações variadas – constituindo a diversificação da unidade, criando energia que se condensa e forma a matéria e todas as concretizações físicas.

A conceptualização do conceito de Orgónio é, sem sombra de dúvida, a parte mais controversa do pensamento de Reich. Foi por ele que acabaria por ficar isolado da comunidade científica norte-americana e depois preso. Teve ideias brilhantes, uma perspectiva cósmica, holísta e dinâmica do mundo, superando largamente a ciência do seu tempo, mas sem ter o reconhecimento dos seus contemporâneos.

Para Fritjof Capra, o modo de pensar de Reich, que apelidou de “funcionalismo orgónico”, está de perfeito acordo com aquilo que é e foi a teoria dos sistemas em biologia. Infelizmente a linguagem da Física Quântica ainda não existia ao tempo da produção empírica de Reich.

 

Estela Rodrigues

Please reload

Novidades!

Início do curso de TTPC®: 24 de Março de 2018

September 15, 2017

1/9
Please reload

Posts Recentes

14/04/2020

29/01/2020

Please reload

Arquivo
Please reload

Pesquisa por palavras-chave
Please reload

© 2016 - A Essência e o Ser / Centro Português de Estudos Reichianos

Todas os alunos e participantes referenciados nas imagens deste site cederam os seus direitos de utilização.

Tel: (+351) 214579312

Tlm: (+351) 917580944

E-mail: ser@aessenciaeoser.net