O Carácter Compulsivo em Terapia: Trabalho por camadas

28/01/2012

A ambivalência e a dúvida são os obstáculos mais rígidos à análise se não conseguirmos desde o início desembargar os diversos impulsos que englobam essas emoções ambivalentes. A ambivalência reflecte um conflito entre duas potencialidades simultaneamente presentes: uma para amar e a outra para odiar; se todas as manifestações são analisadas indiscriminadamente, a ambivalência será dificilmente dominada. O melhor caminho será analisar essas duas tendências separadamente, começando pela desconfiança.

Na Primeira Camada:

  1. Trabalhar com a desconfiança atual pela terapia e pelo terapeuta;

  2. Apontar as suas racionalizações, perguntando ao paciente porque é que ele precisa delas para não perder o controlo;

  3. Trabalhar a sua dificuldade em seguir normas e etiquetas sociais;

  4. Em tipos que fazem uso do intelecto mostrar a necessidade que tem em pendurar-se em estantes de livros para falar com as pessoas, mesmo em assuntos triviais;

  5. Apontar a falta de emoção que lhe acompanha o discurso;

  6. Onde se espera raiva ele expressará compreensão;

A Técnica Corporal: o trabalho inicial deverá ser acompanhado de mobilizações musculares; é preciso um árduo trabalho sobre a musculatura, para o incentivar à descarga; manter durante todo o tempo a mobilização do peito no processo respiratório;

Como no trabalho verbal, o corporal também estará ancorado na libertação da agressividade; ele terá de socar, chutar, esmagar com os pés e as mãos, gritar e expressar desagrado. Durante algum tempo ele fará este trabalho mecanicamente, sem expressar emoção; por isso sempre é necessário apontar a dissociação entre expressão e movimento, levando-o a expressar birra ou fazendo com que todo o corpo se manifeste nessa expressão; massagens faciais e em toda a musculatura da cabeça, cervical e parte posterior do corpo;

Deverão também ser feitos exercícios de estiramento e consciencialização do corpo para aumentar a flexibilidade e trabalhar a oralidade;

Na Segunda Camada:

Nesta fase os impulsos fálicos deverão começar a aparecer; haverá uma retomada dos impulsos retentivos  pelo medo da “ castração”, marcando uma certa regressão que deverá ser desencorajada, fazendo com que o paciente assuma a nova posição “fálica”.

O trabalho analítico deverá ser mais profundo e estará enfatizado na angústia de castração; o medo da agressão também deve ser trabalhado.

Ao trabalhar com o Anel Visual pode-se pedir que abra e feche os olhos várias vezes e que, ao abri-los, mexa com toda a musculatura da testa e da cabeça; fazer movimentos oculares de um lado para o outro durante aproximadamente vinte minutos;

O Bloqueio Energético no alto da cabeça poderá produzir queda de cabelo, impedindo que a energia chegue aos olhos pela parte posterior da cabeça; outro bloqueio anterior, no peito, impede que a energia suba para os olhos; daí a importância de manter a mobilidade do peito pela expiração profunda, enquanto executa o trabalho de mobilização da cabeça e dos olhos. Como a energia flui longitudinalmente, é vantajoso que expire profundamente.

Os sintomas mais comuns durante este trabalho de energização da cabeça e dos olhos, são o sono e a tontura; esses sintomas poderão ser afastados, pedindo-se ao paciente que esfregue os pés no colchão por algum tempo; o mais importante no trabalho do anel visual é levar o paciente a expressar as suas emoções, principalmente a excitação genital;

Finalmente a Terceira Camada: Esta representa a libertação do “amor incestuoso”. Podem ressurgir regressões com o intuito de evitar a angústia; ao passo que defendendo deste estado angustiante interpor-se-ão repressões e formações reactivas que deverão ser eliminadas através da interpretação profunda dos desejos que tinham sido reprimidos pela retenção da agressão. Reações de medo profundo estarão acentuados devido à proximidade dos impulsos legítimos genitais; o trabalho corporal ainda deverá estar centrado no anel ocular e nas espasticidades que teimarão em persistir.

 

Estela Rodrigues

Please reload

Novidades!

Início do curso de TTPC®: 24 de Março de 2018

September 15, 2017

1/9
Please reload

Posts Recentes

14/04/2020

29/01/2020

Please reload

Arquivo
Please reload

Pesquisa por palavras-chave
Please reload

© 2016 - A Essência e o Ser / Centro Português de Estudos Reichianos

Todas os alunos e participantes referenciados nas imagens deste site cederam os seus direitos de utilização.

Tel: (+351) 214579312

Tlm: (+351) 917580944

E-mail: ser@aessenciaeoser.net