Carácter Impulsivo: entre a Pulsão e a Repressão

28/01/2012

 

No decorrer da formação do ego, a pulsão (a excitação natural que move e envolve a criança na exploração de si mesma e do mundo) e a repressão (que a educação tem de aplicar ao lidar com limites) andam juntas; é justamente da forma como essa repressão se faz que se possibilitaram as bases para o ego se estruturar.

Idealmente, um estágio saudável de desenvolvimento infantil seria a satisfação pulsional e a repressão ocasional, ou seja, a repressão em doses certas – um processo equilibrado no dar e no receber!

Neste processo, a repressão deve acentuar-se sem jamais chegar à inibição pulsional completa;  que quando é muito forte equivale a uma castração das necessidades infantis. Quando a rejeição das pulsões é imposta abruptamente em cada fase, isso leva a um desenvolvimento inibido do ego com sentimentos de ódio.

Logo, toda a pessoa que teve uma castração abrupta e foi castigada intensamente, tem um ódio latente muito profundo.

De outra forma, quando a repressão é inexistente desde o inicio, não existem limites de forma alguma, podendo fazer com que a pessoa chegue à marginalidade; a falta de raiz (terra) é entendida como falta de atenção e de amor.

Também existem situações de satisfação pulsional sem freio – como resultado de uma repressão traumatizante e tardia; a criança sem controlo vive até à altura em que os pais percebem e cortam abruptamente; a criança cria então uma ambivalência: “ eu posso tudo, eu não posso nada”; e o sentimento é ou muito ódio ou muito medo dos pais, acompanhado de uma irrefreável impulsividade.

Neste tipo de carácter, a criança pode oscilar entre o ódio e a nostalgia de um amor intenso, o que pode gerar sentimentos de culpa ou insegurança e tende a projectar a responsabilidade do super-ego nos outros.

Caraterísticas Psicológicas do Adulto

  1. Ambivalência manifesta: ama e odeia

  2. Super ego isolado

  3. Repressões mal feitas

  4. Impulsos sádicos, sem culpa

  5. Não há consciência moral, vai desde a perversão até à impulsividade diluída já no comportamento inteiro

  6. Sexualidade manifesta

  7. Muito inteligente e esperto

Caraterísticas Físicas

  1. Olhos vivos e atentos, muito ágeis

  2. Hipermetropia

  3. Muitas parecenças com os carácter psicopata

  4. Boa compleição física

  5. Músculos tensos, prontos a explodir

  6. A parte mais energizada do seu corpo são os membros

Qualidades

É um inspirador e empreendedor; idealiza e começa coisas. A sua maior dificuldade é a sua maior qualidade – pela sua impulsividade consegue aquilo a que se propõe. Realçar isso e estimulá-lo a compreender que é assim que consegue realizar.

Estela Rodrigues

Please reload

Novidades!

Início do curso de TTPC®: 24 de Março de 2018

September 15, 2017

1/9
Please reload

Posts Recentes

14/04/2020

29/01/2020

Please reload

Arquivo
Please reload

Pesquisa por palavras-chave
Please reload

© 2016 - A Essência e o Ser / Centro Português de Estudos Reichianos

Todas os alunos e participantes referenciados nas imagens deste site cederam os seus direitos de utilização.

Tel: (+351) 214579312

Tlm: (+351) 917580944

E-mail: ser@aessenciaeoser.net